Goldman Sachs: as décadas perdidas no Brasil.

Compartilhe

A economia brasileira deverá fechar o crescimento de seu PIB per capita em pífios 0,8% ao ano no período 1981-2020. Muito pouco. E são 40 anos. Isto representa que o País levaria cerca de 80 anos, ou quatro gerações, para dobrar a sua renda per capita. E as décadas perdidas, quais foram?

  • 1981 – 1990: crescimento de -0,5% ao ano (China cresceu 7,8% ao ano).

  • 2011 – 2018: crescimento de -0,3% ao ano (China cresceu 6,9% ao ano).

 

                            Fonte: Goldman Sachs, 2019.

O Brasil já teve “crescimento chinês” no seu PIB, durante quarenta anos: década de 40 (6,0% ao ano); década de 50 (7,4% ao ano); década de 60 (6,2% ao ano); década de 70 (8,7% ao ano). O que fizemos com esta riqueza? Esta é uma questão para debatermos, para voltarmos a crescer.