Falando (bem) sobre o plástico na Espanha: cada cidadão espanhol já recicla 12,3 kg/ano em casa.

Compartilhe

A Espanha vai atingir a meta da União Européia antes do prazo. Considerando todas as embalagens  plásticas (domésticas, comerciais e industriais), em 2017, a Espanha já atingiu a taxa de reciclagem de 48%, muito próxima do objetivo estabelecido pela União Europeia de 50% em 2025.

 

E a população está engajada com este objetivo: em 2018, a população espanhola reciclou um total de 571.900 toneladas de embalagens plásticas domésticas, 9,6% a mais do que no ano anterior. Cada cidadão espanhol reciclou 12,3 kg de recipientes de plástico em casa, 1 kg a mais por habitante que no ano anterior e nove vezes mais que no ano de 2000.

 

No ranking europeu, a Espanha continua ocupando, pelo quarto ano consecutivo, o segundo lugar na reciclagem de plásticos domésticos, sendo também um dos países que mais cresceu. Um dos sucessos do modelo espanhol é baseado nos contêineres amarelos disponibilizados próximos as casas, escritórios, escolas, aeroportos. Ele coleta todos os tipos de embalagens de plástico para uso doméstico e comercial.

 

Pela primeira vez na Espanha, a quantidade de plástico reciclado de todas as aplicações (não apenas as embalagens) excede a quantidade que são depositadas em aterros sanitários. A economia circular funciona e a cadeia de valor desse material incorpora cada vez mais plásticos reciclados na fabricação de novos produtos. População envolvida é a chave para a economia circular.