Abief: indústria brasileira de embalagens plásticas flexíveis cresce em 2019.

Compartilhe

Segundo divulgado pela Abief (Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Plásticas Flexíveis) a produção da indústria de embalagens flexíveis de plástico cresceu 2,3% em 2019 em relação a 2018. A indústria transformou 1,980 milhão de toneladas de resinas em embalagens flexíveis de plástico. Este estudo é realizado pela MaxiQuim com exclusividade para a Abief.

 

A resina mais processada é o polietileno linear de baixa densidade (PELBD) com quase a metade (49%) da quantidade. Logo depois vem o polietileno de baixa densidade (PEBD) com 24%, o polipropileno (PP) com 16% e o polietileno de alta densidade (PEAD) com 11%.

 

O estudo da MaxiQuim também mostra que entre os principais mercados para as embalagens plásticas flexíveis são o de (1) alimentos, (2) aplicações industriais, (3) descartáveis, (4) bebidas, (5) higiene e limpeza, (6) agropecuária, (7) pet food, (8) construção civil e (9) outros.

Mais informações em: http://abief.com.br/home